Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Uma noite, uma tarde, dois filmes.

por Fernando Lopes, 27 Jul 17

maxresdefault.jpg

 

Quando era solteiro ia pelo menos uma vez por semana ao cinema. Casei, a vida mudou, os cinemas e os filmes também.

 

A primeira vez que fui ao cinema à noite tinha dez anos. Eu e o meu melhor amigo contamos aos pais a velha treta que íamos com o pai do outro e bora lá para uma sessão nocturna no Carlos Alberto. As cadeiras de pau custavam 7$50 (0,035 cêntimos para os mais novos), a plateia com cadeiras acolchoadas 10$00 (0,05 cêntimos). Sim, há 40 e tal anos, nos velhos cinemas populares, um bilhete custava 5 cêntimos.

 

Ontem, no Hollywood, vi um filme francês, «Amigos Improváveis», baseado numa história verídica, que conta a amizade entre um milionário francês paralisado num acidente de parapente, e um emigrante senegalês com um passado/presente atribulado. Uma bela história, plena de humanidade e momentos de humor. O jovem senegalês traz à vida de Phillippe uma irreverência e um tratamento igualitário a que este se tinha desabituado.

 

O de hoje, «Planeta dos Macacos: A Guerra» diverge muito do blockbuster de sci fi que esperaríamos. É sobretudo um filme sobre o mais humano dos sentimentos, a ânsia de vingança. Não é carne nem peixe, pois se desiludirá os intelectuais, terá efeito idêntico sobre quem espera um filme de acção. Está algures entre uma coisa e outra, e sem ser brilhante, também não desmerece.

 

Ide ao cinema jovens, ide, nem que para isso tenham de pregar um pêta aos pais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

2 comentários

De Anónimo a 28.07.2017 às 09:53

Vou ver o primeiro. Tenho visto filmes e séries francesas deliciosos.
Macacos, só no Nat Geo Wildl 
Bjmm

De Fernando Lopes a 28.07.2017 às 12:21

É só puxar para trás na box. Vais gostar, é uma história cheia de humanidade e humor. 


Beijo.

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

subscrever feeds