Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Segredo.

por Fernando Lopes, 5 Mar 16

- E agora sabe? – Andrews agitou-se incomodamente. – A juventude – observou desdenhosamente. – Julgam sempre que há qualquer coisa a descobrir.

- É verdade, senhor.

- Pois bem, não há nada – tornou McDonald . – Uma pessoa nasce, é amamentada na mentira , é desmamada na mentira e aprende mentiras mais elaboradas na escola. Vive toda a vida na mentira e mais tarde, porventura quando está presteS a morrer, descobre que não há nada, nada a não ser ela própria e o que poderia ter feito. Só que não o fez porque as mentiras lhe disseram que havia outra coisa. Nessa altura percebe que poderia ter todo o mundo, porque é a única pessoa que sabe o segredo só que então já é tarde demais. Já é demasiado velho.

in «BUTCHER'S CROSSING« DE JOHN WILLIAMS 
 
 

Por muita crueza e desilusão que esta citação comporte, é bem o espelho de um homem confrontado com a sua circunstância. Somos o que fizemos, não o que sonhamos fazer. Vem um travo amargo à boca, um cerrar de dentes, um fúria interior que me aconselha: vive, vive tudo enquanto é tempo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

9 comentários

De Ana A. a 06.03.2016 às 16:21


"Somos o que fizemos, não o que sonhamos fazer."

"...a sabedoria que nos chega com os anos maduros é inútil por tardia."
Fernando, eu tenho uma visão um pouco menos pessimista.
Confrontando as ideias das frases de cima, podemos concluir, que apesar de termos vivido cercados de mentiras, conseguimos construir o nosso caminho, de tal forma, que acumulamos sabedoria. Essa sabedoria é o fruto das nossas vivências e apesar de não nos servir para voltarmos atrás no caminho e recomeçar, é a constatação que ainda que voltássemos ao ponto inicial com essa bagagem, no percurso iríamos sempre acumular mais-valias, e no final, mais uma vez o saldo era mais sabedoria...Ou seja, viver não é necessariamente concretizar sonhos. Viver é essencialmente sonhar, sempre e mais, para além do real!
Deixo-lhe um pensamento, que dizem ser oriental: "Volta o teu rosto sempre na direcção do sol, e então as sombras ficarão para trás."

De Fernando Lopes a 06.03.2016 às 17:13

Sempre admirei o seu modo de encarar a vida, com uma tranquilidade e bonomia que sempre me faltou. É certo o que escreve, como tão certo é não ser da minha natureza acumular essa calma e sabedoria, investindo sempre, como toiro cego pelo vermelho.


Beijo. 

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback