Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pastilhar.

por Fernando Lopes, 12 Ago 15

house.jpg

 

Desde que tive um acidente vascular cerebral ou ABÊCÊ como se diz na minha terra, que sou obrigado a tomar uma catrefada de pastilhas, ou comprimidos, que é um termo mais nortenho. Contra conselho médico continuei a fumar, beber, a ter sexo ocasional – não esquecer que sou casado – os casados só têm vida sexual regular se tiverem uma amante.

 

Certa ou erradamente, ignoro os conselhos médico restritivos, simplesmente por sou por natureza dionisíaco, o prazer acima de tudo.

 

Ainda e sempre contra indicação médica, faço uma «desintoxicação», i.e. durante uma semana recuso-me a tomar as minhas dez pastilhas diárias. Posso estar a entrar na velhice, mas recuso que a velhice entre em mim. Desta vez após uma semana de abstinência tenho tido um efeito secundário giro: estou pedrado.

 

Passei o dia tonto como se tivesse bebido uns canecos, enjoado e com cólicas. Sou um tipo «ao contrário», esta sintomatologia é a de quem não toma as pastilhas, não de quem recomeçou a pastilhar. Os profissionais de saúde que frequentam aqui a taberna, façam o favor de não me dar reprimendas, pela primeira vez consegui atingir o estádio dr. House. Ver o mundo a rodar sobre si mesmo e ignorar o facto é particularmente divertido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De henedina a 12.08.2015 às 00:30

Fumar...e ainda diz que gosta da filha, hummm.
Beber, divirta-se! o problema são as calorias. Não se embriaga, certo? Porque aí o problema é a cirrose.
Sexo pq que não o pode fazer? O avc foi trombotico?
Cuidado com o peso! Deixe de fumar, please! Pela sua saúde! Tome os comprimidos. Sentir se tonto podem ser as arterias a terem pouco sangue outra vez se trombotico ou se hemorragico a tensão arterial. Tome! sentir se tonto com avc previo pq não tomou a medicação é ser tonto.
Sempre o julguei inteligente Fernando. Prove que é. Que atitude infantil. Não é fugir da velhice é meter-se nela.

De Fernando Lopes a 12.08.2015 às 08:23

Está-me a dar um ralhete sra. dra.! E sabe uma coisa? Gostar da minha filha não implica deixar de ser quem sou. Mas compreendo que para um profissional de saúde não seja fácil lidar com um cabeça dura como eu. 

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...

subscrever feeds