Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O farisaísmo de uma certa esquerda.

por Fernando Lopes, 10 Set 15

joana_amaral_dias_nua_cristina.jpg

 

Joana Amaral Dias resolveu posar parcialmente nua para uma revista popularucha que deve o nome à personalidade mais desinteressante da TV portuguesa. Certo é que a «Cristina» vende, tanto em papel como na televisão, personificando o sonho da rapariga suburbana que se torna estrela. 

 

As revistas de género sempre me fizeram confusão, como se certos temas fossem exclusivamente masculinos ou femininos. Cá por casa assina-se a «Visão» ao preço módico de um euro por exemplar, e serve para o menino e para a menina.

 

O facto de Joana aparecer grávida e parcialmente nua suscitou críticas de onde menos se esperaria; da esquerda. Achar que a senhora se pôs nua para ganhar capital político é passar um atestado de menoridade aos portugueses. Aprendemos a distinguir o que é do foro político e o que é pessoal, há muito, muito, tempo.

 

Se JAD resolvesse aparecesse na Penthouse ou similiar, esparramada a mostrar as partes pudibundas, continuava a ser lá com ela, um exercício de liberdade individual e nada mais que isso. Não tenho tendência a julgamentos morais, sou incapaz de atribuir à nudez qualidades políticas.

 

A fotografia é deselegante, a Joana está com ar de frete. O facto de ter o marmanjo a tapar-lhe o pipi é absolutamente desnecessário, o rapaz não está lá a fazer nada. Aliás, uma mulher liberada, sem negar o papel do macho, não o deveria usar nesta situação. Mas isso é lá com ela, quer mostrar que ainda seduz homens dez anos mais novos, como se o país não soubesse disso. Ou pode ser o conceito «por trás de uma grande mulher está sempre um grande homem», who cares?

 

Até o bom do Daniel Oliveira se prestou ao papel de fariseu. Daniel, não me parece que a tua atitude de polícia dos costumes ou crítico de exibicionismos alheios faça sentido. Uma coisa te garanto: se apareceres nu com uma senhora a tapar-te a pilita, não te vou criticar por isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De O Informador | Ricardo Trindade a 10.09.2015 às 20:35

Do mais desinteressante possível...

De Fernando Lopes a 10.09.2015 às 21:19

Não percebi muito bem se é o post ou tema que são desinteressantes. Se é o post, lamento, mas é-me indiferente. O tema é interessante a partir do momento em que a brigada da esquerda se encanita por uma senhora usar o corpo como muito bem lhe apetece. Como tipo de esquerda, este tipo de atitude envergonha-me profundamente. 

De O Informador | Ricardo Trindade a 10.09.2015 às 21:21

Que atitude de envergonha? A da Joana?

De Fernando Lopes a 10.09.2015 às 21:22

Apenas a dos que a criticam.

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds