Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Notas soltas (2).

por Fernando Lopes, 28 Set 16

Não conheço muita gente com um património imobiliário superior a um milhão de euros. Mademoiselle Mortágua ignora uma coisa básica: a classe-média tem pretensões e aspirações a rica. O tipo do T3 de 150.000 euros em Ermesinde sonha ter um T5 na Foz, a quinta no Douro, a vivenda em Albufeira. Para além do aproveitamento político das palavras da Mariana, a menina devia saber que os maiores defensores dos ricos são os tesos aspirantes a Crésus.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

2 comentários

De Ana A. a 28.09.2016 às 20:58

Detesto a designação de "teso", pois sempre a ouvi na boca de pessoas que se julgavam superiores, por terem mais bens materiais do que esses, a quem chamavam tesos. Nascemos nus e quando morremos de nada nos serve a fatiota com que nos amortalham.
Mas é verdade, a grande maioria deseja possuir sempre mais e mais, nem que seja à custa do sangue, suor e lágrimas dos outros...Haja quem os trave, em prol do bem comum!

De Fernando Lopes a 28.09.2016 às 21:14

Uso a palavra «teso» à moda do Rui Veloso. É uma questão sociológica básica, quem tem pouco dinheiro sonha com a fortuna, é normal. Alguns alienados tomam a defesa de algo em que não se integram e a que não pertencem, simplesmente para se darem ar de prósperos. Esses, acho-os uns tristes.

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

subscrever feeds