Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

«Mas ele foge, irreversivelmente o tempo foge»

por Fernando Lopes, 21 Mai 15

Scan0024.jpg

 

 

Remexo na carteira à procura de papéis velhos, cartões sem préstimo, talões de compras, vinhetas expiradas de seguros. Encontro esta fotografia, velha de dez anos, e detenho-me a pensar como o tempo passa de modo quase imperceptível. Isto foi ontem, no entanto a bebé que está ao colo já fez dez anos. Recordo-me vivamente de como adormecia deitada sobre a minha barriga ao som de um DVD dos Placebo ao vivo em Paris. «Mas ele foge, irreversivelmente o tempo foge», já o sabia Virgílio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Luís Coelho a 22.05.2015 às 19:28

Pára tudo, já que se fala de tempo: bom relógio, hein? É primo do outro, do tal, the one? Parecido, ao menos? Até a menina na foto o tem debaixo de olho, reparou?

Quanto ao resto, é tentar tirar uma foto por mês, mais ou menos na mesma posição, criando uma sequência que inultimente parece iludir ou atenuar o efeito do tempo. 
Relembro  Vergílio Ferreira: "O tempo que passa não passa depressa. O que passa depressa é o tempo que passou".

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds