Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mantra.

por Fernando Lopes, 26 Fev 16

Sou amiúde criticado por nunca estar satisfeito com o que a vida me retorna. Tens saúde, família, casa, algum dinheiro no banco, o que é que te falta? Tudo. Compreendo que para quem se limita a comprar o pequeno sonho burguês seja uma vida quase perfeita. Embora valorize o que me foi dado, nunca bastará, porque no meu peito cabem todos os sonhos do mundo.

 

Vou caminhando. Do meu lado esquerdo está a fantasia, do direito uma ânsia de morte que me acompanha desde muito novo. Admiro as pessoas que dizem «sou muito feliz», num mantra que de tanto repetido se transforma numa realidade disfuncional e torpe. Como as invejo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De alexandra g. a 26.02.2016 às 20:49

Eu não conseguiria jamais invejar as pessoas que proferem semelhante sentença de hipocrisia absoluta. Creio mesmo que até o mais budista de entre os budistas sentiria, diante de tamanha declaração, idêntica perplexidade quando confrontado com o mais impenetrável koan:)

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds