Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Faladora(s) incontrolável(eis).

por Fernando Lopes, 13 Abr 15

cell_phone.jpg

 

A relação entre a maioria das mulheres e o telemóvel roça o obsessivo. Vejo imensas a falar, falar, falar, até esgotarem os pacotes de milhares de minutos agora em voga. É um modo que me perturba mas que me habituei a aceitar. Tinha dificuldades em entender como é que se esgotam 7.000 minutos, 4,8 dias num mês a falar ininterruptamente. Um observador atento contou-me a seguinte «estória»:

 

Tia desloca-se do Porto para o Algarve em trabalho. Como a sobrinha está de férias da faculdade, tia liga «para não se sentir sozinha». Desliga já depois de Santarém, com um breve pausa para reabastecer corpo e viatura. Após não mais de 30 minutos, liga de novo e fala até chegar ao destino. A andar depressa são quase 4 horas, à velocidade máxima permitida mais de 5.

 

Qual é a mulher que consegue fazer um Porto-Algarve quase sem se calar? Esta gente existe mesmo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

3 comentários

De redonda a 13.04.2015 às 21:55

Há dias numa consulta também apanhei uma senhora que conseguiu estar a falar com uma amiga durante meia hora. Falava muito alto e fiquei a saber muito sobre a amiga, o filho da amiga, e o neto da amiga que preferia não ter ficado a saber :)
Fiquei aqui um bocadinho a puxar pelo memória para tentar recordar-me de senhores que também fossem capazes de estar assim a falar muito tempo ao telemóvel...mas (ainda, com certeza) não consegui...

De Fernando Lopes a 13.04.2015 às 22:28

Um dos clássicos que mais me diverte são as pessoas que vão levantando a voz conforme a distância a que está o interlocutor. Divirto-me a imaginar como seria um telefonema para a Nova Zelândia. :)

De redonda a 14.04.2015 às 22:51

Parece-me que seria um telefonema bem assustador :)

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds