Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Do amor nunca se escapa sem dano.

por Fernando Lopes, 10 Jun 14

Da minha humilde experiência amorosa, ficaram-me algumas pequenas certezas; o verdadeiro amor nunca se planeia, jamais se esquece. As pessoas que em algum momento tomaram o nosso coração e corpo de assalto reservam para si parte do território ocupado. Quem disser que esqueceu, mente, nunca se esquece completamente. Quem amamos ontem, pode não fazer parte da nossa vida de hoje, mas esculpiu na pedra da memória marca indelével. Sofre-se pela indiferença de que fomos alvo, sofre-se quando estamos apaixonados, sofre-se quando chega o momento se seguirmos sozinhos o nosso caminho, mas do amor nunca se escapa sem marca ou dano. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

1 comentário

De Efeminúsculo a 10.06.2014 às 22:26

BEM HAJA!!! Por este post. Tanta gente se "estende" em considerações variadas. Tendem até (frequentemente) "descer" à crítica fácil. Taxar de tudo quem sente isto que aqui diz. BEM HAJA por pensar o que também acho e não me ralo nada dos "nomes" que me chamem! Isto é a mais pura e indiscutível verdade! E quem não o sente nunca amou mesmo aquela pessoa. Porque por mais anos ou coisas que passemos, está lá. Sempre! Num cantinho muito seu como diz... Gravado! E não há nada que o desincruste! Um bom resto de semana Fernando. Tudo de bom para todos vós!

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds