Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Camelas.

por Fernando Lopes, 6 Out 16

Eu_e_os_camelos.jpgWe'll always have Paris.

 

Nos dias que passam é importante manter uma boa relação com a abundante cáfila que por aí pulula. Quando andei de camelo pela primeira vez, já lá vão quase duas décadas, foi na Tunísia, em Douz. Os animais eram maltratados, sempre a levar chibatada. Não gostei, mandei o cameleiro afastar-se. Montava – será que é assim que se diz – uma jovem fêmea. Enchia-a de festa e ela blaterava de contentamento, nunca teria sabido antes o que eram carinhos. Esta também fêmea, também muito jovem, europeia, era tratada com cuidado. Também com ela estabeleci relação de afecto. O meu lado paternal também encontra receptividade nas camelas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

2 comentários

De alexandra g. a 06.10.2016 às 19:57

Concordo e acrescento que és um tipo muito giro, já que está tudo armado em tratador de animais :)

De Fernando Lopes a 06.10.2016 às 21:47

A Laurita - era assim que a camela se chamava - disse-me que tinha uns lindos olhos esverdeados. Laurita, como é possível veres para lá das lentes espelhadas? 
- I see dead people. 


____________________
https://youtu.be/ZSNyiSetZ8Y

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

subscrever feeds