Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jogos florais

por Fernando Lopes, 8 Fev 11

Fonte: Público Online

 O meu ídolo politico, o inefável Bernardino "não sei se a Coreia do Norte não é uma democracia"  Soares, enche o peito e ameaça com uma moção de censura ao governo. Jogos florais, de um pequenino PCP a querer ter um protagonismo na cena política que não tem, nem merece. O PCP já pouco mais é do que um sucedâneo ideológico das Testemunha de Jeová, mas ainda mais envelhecido. Derrubar o PS, para colocar no governo o PSD?  Não que estes partidos sejam muito diferentes, mas o BE é que já disse "não contem connosco" para dar o poder de bandeja a PP Coelho.
É por estes lampejos de lucidez que ainda consigo falar com boa gente do BE.

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Fernando Lopes a 02.08.2011 às 13:41

Daniel,

Embora seja um novato nestas coisas de blogues, concordo consigo numa coisa. Muita vezes ficamos reféns das circunstâncias e do "calor" do momento. Só não erra quem nada diz. Neste caso nem acho que tenha errado. O meu respeito pelo PCP é histórico. Lembro-me com 5 ou 6 anos de ver em minha casa exemplares do "Avante", impresso em papel de bíblia. Circulava dentro de caixas de fósforos. O meu pai chegou a estar detido 2 dias por trazer um exemplar de "A pintura Russa no Séc XX", salvo erro sobre Kandisnky. A análise de que o PCP não se "modernizou", não actualizou o seu discurso e tem um eleitorado fixo que vota no partido com um carácter quase religioso, eu mantenho. Também mantenho que tenho mais facilidade em falar com alguma gente do BE porque menos ortodoxo.
O restante são erros de análise, que humildemente aceito ter cometido.
São os homens e as suas circunstâncias ...

Um abraço,

Fernando Lopes

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds