Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jogos florais

por Fernando Lopes, 8 Fev 11

Fonte: Público Online

 O meu ídolo politico, o inefável Bernardino "não sei se a Coreia do Norte não é uma democracia"  Soares, enche o peito e ameaça com uma moção de censura ao governo. Jogos florais, de um pequenino PCP a querer ter um protagonismo na cena política que não tem, nem merece. O PCP já pouco mais é do que um sucedâneo ideológico das Testemunha de Jeová, mas ainda mais envelhecido. Derrubar o PS, para colocar no governo o PSD?  Não que estes partidos sejam muito diferentes, mas o BE é que já disse "não contem connosco" para dar o poder de bandeja a PP Coelho.
É por estes lampejos de lucidez que ainda consigo falar com boa gente do BE.

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Fernando Lopes a 08.02.2011 às 16:23

Ana,

O PCP que representou um papel importante até 1975 e é hoje um zombie.
Perdeu implantação nacional, e hoje, face à modernização e globalização da informação tende a perder influência até nas suas áreas onde outrora dominava, como o Alentejo.
Seguir uma causa só é coerência até ao momento em que verificamos que estamos errados. A partir desse ponto é teimosia. A União Soviética, paraíso na terra esboroou-se e com ela o PCP. Ficaram meia-dúzia de teimosos, demasiado obstinados para admitir a realidade.
Este exercício apenas serve como "territorial pyssing", demarcando-se do BE para não ser tragado pelo tempo.
O que inexoravelmente irá acontecendo, a um partido que não se soube regenerar nem adaptar a um mundo novo.


Abraço,
Fernando

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds