Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dez coisas para fazer em 2014.

por Fernando Lopes, 21 Dez 13


  1. Tentar ser um dos sobreviventes a um despedimento colectivo que se afigura inevitável. Fazê-lo com toda a dignidade.

  2. Emagrecer dez quilos.

  3. Estar mais tempo com a família e os amigos. Dizer-lhes que os amo, que sem eles nada faria sentido.

  4. Emagrecer dez quilos.

  5. Perdoar aos mentirosos, manipuladores, intriguistas e más pessoas em geral. O carácter é um bem escasso, nem todos nascemos com ele.

  6. Emagrecer dez quilos.

  7. Fazer um curso de escrita criativa, ler mais, aprofundar o conhecimento da língua materna.

  8. Emagrecer dez quilos.

  9. Procurar dar algo a quem tem menos. Em tempos difíceis, mais que caridade, importa ser simpatético e solidário.

  10. Emagrecer dez quilos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

5 comentários

De henedina a 21.12.2013 às 22:40

Emagrecer "as gorduras do estado" e apelar para perdoar a mentirosos, manipuladores, intriguistas e más pessoas. Falar de tempos difíceis, e de mais caridade em vez de estado social. O Fernando é o governo?

De Fernando Lopes a 22.12.2013 às 03:01

Henedina , não pactuo com insultos! O governo? Abrenuncio, ta' arrenego! Se me compara com o governo tenho uma coisinha má! :) A minha gordura é privada, minha, obtida à custa de muito amor à gastronomia regional e alguns euros fruto de trabalho honesto. E não falo de caridade, mas de empatia e solidariedade, coisas bem diferentes. Ou acha que tenho vocação para Mr . Jonet ?

De henedina a 22.12.2013 às 08:56

Se se sentiu insultado...estamos no bom caminho ;)

De Fernando Lopes a 22.12.2013 às 13:49

É só dar uma voltinha pela tag POLÍTICA. Mas não me enquadro na "boa esquerda", a do politicamente correcto e das causas fracturantes. Estou a meio caminho entre o marinheiro e o amotinado. :)

De henedina a 22.12.2013 às 14:06

Quando encontrar uma maneira maniqueista de nos dividir, tipo definir esquerda/direita. Conte-me, conte-me, conte-me.

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds