Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Queda de um mito.

por Fernando Lopes, 25 Set 13

Em crianças considerámos que os nossos pais são seres quase mágicos, omnipresentes e omniscientes, sem temor ou fraqueza. Na adolescência questionamos tudo, os progenitores são quadradões, caretas e ignorantes. Finalmente, na idade adulta conseguimos colocar as coisas em perspectiva, reconhecendo-lhes as qualidades, os defeitos e o valor da experiência. Hoje entrei na fase dois, a de queda acelerada.

- Pai, tu não tens medo de nada, pois não?

- Tenho. De andar de avião, de abelhas e de injecções.

- Mas já andaste de avião.

- Andei, houve até um tempo em que andava todas as semanas. Isso não quer dizer que não tenha medo, até porque os aviões andam no ar e as oficinas são em terra.

- E as abelhas e injecções?

- Sou alérgico às abelhas; se for mordido tenho de ir ao hospital e como tenho medo de “picas”….

- Afinal és um bocadito medroso.

 

Já está. Daqui para a frente é sempre a descer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

5 comentários

De golimix a 25.09.2013 às 22:08

Deixa que ela chegue aos 12! Começas a partir daí a ver o fundo!

Ainda hoje comentava com uma colega que detesto ter a função de "educadora", ter que ralhar, falar, explicar que está errado,... eles são crianças, para sempre os nossos bebés e a mim tem dias que não me apetece ralhar e tenho de o fazer... êta função ingrata!

De Fernando Lopes a 25.09.2013 às 22:57

Não fales que só de pensar que a miúda dentro em breve é adolescente, até tremo. :)
Também não gosto muito de me impor, mas somos obrigados a isso, caso contrário estamos a criar uns monstrinhos caprichosos.

De golimix a 27.09.2013 às 19:36

O eu andava meio que viciado em jogos de PC, agora tem dias específicos para jogar. E tempo determinado pata a TV. Mas é chato...

De Fernando Lopes a 27.09.2013 às 19:59

A autoridade embora chata é para ser exercida. Nós é que somos uns pais babados e um bocadito molengões.

De golimix a 28.09.2013 às 11:53

Pois.. é por aí.

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds