Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A lei da prioridade reinventada

por Fernando Lopes, 17 Mar 12

Quem me conhece sabes que não sou machista, muito menos relativamente às capacidades de condução. Mas, as mulheres, têm uma interpretação muito própria do código da estrada. Lembro-me enquanto adolescente de passar horrores no lugar do morto, junto à Maria Fernanda, amiga de juventude da minha mãe. No seu Fiat 126 fazia manobras do arco-da-velha e quando lhe buzinavam retorquia:


- Seu estúpido, vai aqui uma senhora!


Hoje fui eu a vítima. Cruzamento em que tenho prioridade. Olho para a esquerda e avanço. Tenho de travar a fundo. Uma senhora ignora o sinal de perda de prioridade e passa a centímetros do meu carro a toda a brida. Não me contive, buzinei e 20 metros à frente saí do carro e perguntei:


- A senhora está maluca? Eu tenho prioridade. Está lá atrás um enorme sinal.
- Não me incomode. Eu estava à espera há mais tempo!

O que é que se contrapõe a um argumento destes?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

2 comentários

De bibónorte a 17.03.2012 às 18:31

:):):):):).....

De Fernando Lopes a 17.03.2012 às 19:15

bibónorte,

Como senhora gostava que me explicasse porque é que as condutoras acham o que o código da estrada se rege por uma espécie de cavalheirismo implícito. É que, para mim, os carros são assexuados. ;)

Abraço,

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds