Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Faça férias ... em casa

por Fernando Lopes, 5 Mar 12

Holidays at Home

Desde sempre a família passou uns dias de férias fora de casa. As primeiras férias de praia de que tenho memória foram em 1972, num aldeamento chamado Golférias, encravado entre Vilamoura e Quarteira. Era um tempo em que o Algarve não tinha sido atacado pelo vírus do cimento, acordávamos com o zurrar de um burro, havia lugares de sobra para estacionar o pequeno Mini, faziam-se compras para o jantar em mercados, lotas e mercearias. Estivemos em locais modestos e noutros confortáveis.

Vieram tempos mais abastados em que, sempre com a praia como pano de fundo, fizemos algumas extravagâncias. Porto Santo, Madeira, Caraíbas, São Tomé, Cabo Verde, Marrocos, Tunísia e blasfémia das blasfémias, estivemos no Índico, nesse fantástico melting-pot que são as Maurícias. Nunca pedi crédito para viajar, escolhíamos os destinos em função da gordura [ou magreza] da carteira. Temos escolhido destinos cada vez mais próximos e mais baratos. Este ano temo bem que seja diferente.

As palavras de Passos Coelho, na Bolsa de Turismo de Lisboa, suscitam-me uma pequena reflexão. Vá-se foder. Poucos são os que, vivendo de salários, dispõe de margem para poupar para férias. Além disso, exceptuando os locais de grande concentração de massas, como Quarteira ou Portimão, o preço de um alojamento confortável (4 estrelas), que nada tem de luxo, é [era] mais caro do que um congénere na maior parte do mundo. O local onde fizemos férias o ano passado, passava de 110€ por dia em Junho, para uns incomportáveis 300€/dia em Agosto. A função pública vê-se privada do subsídio de férias, quem ainda tem trabalho sabe que o mês é cada vez mais comprido e o dinheiro mais curto. Ou os hoteleiros algarvios perdem a ganância ou a maioria não vai poder fazer férias fora de casa. Não vou morrer por causa disso. Paciência. Mas alguém perspectivou o desastre que se aproxima a passos largos da indústria hoteleira nacional, e em particular da algarvia?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

1 comentário

De Maria Alfacinha a 06.03.2012 às 10:55

Ele é ignorante mesmo, não faz a mínima ideia de como os portugueses estão a viver. Quando lhe falam em pobres pensa que se trata dos sem-abrigo e esses já não faziam férias. Não sabe é que a classe que fazia férias também está a empobrecer e nem consegue poupar seja para o que for porque o dinheiro nem chega para o dia-a-dia. Não sabe ele, nem sabe a classe que nos governa que vive num mundo diferente do nosso, comuns mortais...

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds