Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Greve a destempo (ou a cegueira do Arménio)

por Fernando Lopes, 16 Fev 12

Num momento em que o desemprego cresce a olhos vistos, os rendimentos do trabalho baixam brutalmente, a pressão nas empresas é enorme, esta convocatória de nova greve geral demonstra quão desligados da realidade estão os camaradas da CGTP-Intersindical. Já não é uma questão de coragem, é uma questão prática. O PC no seu melhor ou o dogmatismo a fazer o jogo do inimigo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De eu ando às voltas a 18.02.2012 às 10:38

Não acho que esteja tão despropositada como isso. Quando 300.000 acabaram de se juntar no Terreiro do Paço a manifestar-se contra as politicas levadas a cabo contra os trabalhadores não se pode nem se deve parar aí. É hora de lutar e mostrar que este não é o caminho, não é com o roubo de direito que o país se endireita e o que se perde num dia de greve irá ser bastante menos com o que se está em risco de perder.

De Fernando Lopes a 18.02.2012 às 12:20

Compreendo obviamente a sua perspectiva. Os 3000.000 juntaram-se a um sábado, salvo erro. Uma coisa é a manifestação de desagrado, que partilho inteiramente, outra é enfrentar o patrão e perder um dia de salário. Participei na última greve, acho que esta não terá grande adesão dos trabalhadores, excepto alguns nichos do sector público. Para que conste, trabalho no privado, e aí os riscos pessoais que uma greve implica são muito maiores.

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...

  • Anónimo

    Não volta?!Vá lá...Escrever faz bem...e ler também...

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...

subscrever feeds