Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Humilhado

por Fernando Lopes, 1 Mai 11

Há momentos que preferiria não viver. Questões domésticas, coisas insignificantes, mas que trazem consigo o espectro da humilhação. Confrontado senti-me embaraçado, envergonhado. Mas o peso de observações que noutro contexto seriam negligenciáveis, torna-se desmesurado. Encolho-me, triste, humilhado. Não é um sentimento fácil de lidar. Acho que poucas vezes me tinha sentido tão pequenino, tão ridículo. Ou de como a vida doméstica se pode transformar em guerrilha. Sem vítimas mas com danos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

1 comentário

De Fernando Lopes a 02.05.2011 às 15:44

Manel,
Tens razão, muitas vezes reagimos como crianças nestas guerras familiares. Não foi o caso. Às vezes há pequenas palavras que ofendem mais do que grandes insultos ou magníficos argumentos. Encolhi-me porque me senti verdadeiramente humilhado. Não é meu costume comer e calar. Teve de ser para evitar males maiores. Estou a ficar velho e sensato.

Bj,
Fernando

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds