Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ossama ou o súbito pudor americano

por Fernando Lopes, 2 Mai 11


Não consigo ficar convencido com esta história de Bin Laden. Demasiadas coisas estranhas, a cheirar a manobra de marketing político de Obama. Embora não perca um segundo de sono por Osama ou por qualquer outro bandalho capaz de proceder ao recrutamento de crianças pobres, levá-las para madrassas e lavar-lhes o cérebro, até que jovens imberbes achem que é uma honra fazer-se explodir e ceifar o máximo de vidas possíveis juntamente com a sua.
O mesmo país que exibiu o capturado Saddam Hussein como se um urso se tratasse, tem agora um atentado de pudor, e ninguém fotografa o corpo. É lançado ao mar, em vez de ser sepultado num local anónimo. Fazem testes de ADN em contra-relógio. Como já aqui disse, um filho da puta a menos não faz falta nenhuma. Mas preferiria vê-lo julgado num Tribunal Internacional. Certamente que muitos familiares das vítimas em Nova Iorque, Londres e Madrid estarão de acordo comigo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds