Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Dragão de Komodo

por Fernando Lopes, 13 Out 11


Sobre o Dragão de Komodo, existe o mito que "no interior de sua mandíbula habitam bactérias letais, sendo que os animais que conseguem escapar de suas garras acabam morrendo por infecções."
Cada vez que ouço ou leio Cavaco não consigo deixar de o associar a este animal. A intervenção de ontem do Sr. Silva é bem ilustrativa de como esta analogia faz todo o sentido. O que ontem era mentira, hoje é verdade, pelo que, seguindo a lenda, se Cavaco morder a sua língua morrerá envenenado. Ficam duas frases para provar a perigosidade do referido animal. Não veja nelas contradições, antes o oportunismo que lhe permite estar há 30 anos na crista da onda da política portuguesa.

“É bom lembrar a quebra de credibilidade do Pacto de Estabilidade e Crescimento provocada pelo próprio Conselho, ao tudo fazer para que passasse incólume a violação dos limites do défice orçamental por parte da Alemanha e da França, nos primeiros anos deste século.”

“Não se atribua, portanto, a culpa da crise da Zona Euro ao Tratado e apenas aos Estados Membros financeiramente indisciplinados.”

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Fenix a 13.10.2011 às 20:01

Fernando,

Deve ser muito duro, querer estar sempre na crista da onda e pensar que se é o maior, pois se o elegem, terão boas razões para isso...

A baba acho que apesar de não ser tão visível assenta-lhe como uma luva, especialmente quando se atafulha de bolo-rei.

Abraço
Ana

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds